18 de agosto de 2015

“Olha Brasília está florida, chegaram às decididas! Olha Brasília está florida, é o querer, é o querer das Margaridas!”

A 5ª Marcha das Margaridas, reuniu aproximadamente 100 mil manifestantes, o movimento colocou na rua mulheres trabalhadoras do campo, indígenas, quilombolas e sindicalistas. Chegando à Esplanada dos Ministérios, as Margaridas e Margaridos deram um abraço simbólico aos ministérios.

Na ocasião, as mulheres e homens de todo Brasil, se manifestaram contra impeachment da presidenta Dilma e aproveitaram o momento para “gritar” contra as manobras golpistas, no qual tentam impor o imperialismo brasileiro e o seu projeto de poder.


O caderno de pautas da 5ª Marcha das Margaridas foi entregue ao governo no começo de julho e foi respondida no encerramento da marcha, com a presença da presidenta Dilma Rousseff, no Estádio Mané Garrincha.

As mulheres rurais entregaram junto com a pauta o Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural, onde reivindicam a chegada de unidades móveis de combate à violência contra a mulher no campo.

A Marcha das Margaridas em 15 anos vem promovendo encontros de debate políticos em defesa dos direitos das mulheres.

A Articulação Semiárido Brasileiro (Asa Brasil) também marchou junto as mulheres do semiárido em busca de mais políticas públicas e seguridade de direitos das mulheres do campo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário