26 de julho de 2019

Jovem agricultor de Juazeirinho – PB apresenta experiência aos participantes do Intercâmbio Saberes nos Semiáridos da América Latina


Na manhã da última quinta-feira, dia (25), o  jovem agricultor Salvador Barbosa Sobrinho de 18 anos, que reside na comunidade Ipueiras, zona rural do município de Juazeirinho (PB), região de atuação do Coletivo Regional das Organizações da Agricultura Familiar, território assessorado pelo Patac, recebeu em sua experiência familiar jovens, mulheres, agricultores/as e técnicos/as todos participantes do Intercâmbio de Saberes nos Semiáridos da América Latina.

Salvador que é filho de Pedrina e de João,  faz parte da 5ª geração de guardiões de Sementes Crioulas da Paixão de sua família, e desde muito cedo aprendeu a cuidar da terra e dos animais.


Os participantes foram acolhidos com uma mística. Sementes crioulas de jerimum foram utilizadas para conduzir um momento simbólico de resgate da nossa ancestralidade onde foram trazidas memórias das pessoas mais velhas. As sementes da paixão de Salvador e seus pais foram plantadas no coração de cada um e cada uma que se faziam presente.



Salvador cria em sua propriedade de 6 hectares de terra galinhas, ovelhas e um bezerro. Ele junto com seus pais produzem: algodão, hortelã miúda, hortelã gorda, capim santo, alface, espinafre, manjericão, coentro, mastruz, berinjela, cibalena, gliricídia, caju, jerimum, acerola, melancia, mamão, cebolinha, quiabo, tomate cerejeira, couve, pimenta de cheiro, pimentão, palma, macaxeira, feijão, milho e batata doce.



A família de Salvador tem também na propriedade as tecnologia de captação de água da chuva como a Cisterna de Placa de 16 mil litros que serve para o consumo e o Barreiro Trincheira de 500 mil litros para produção. Com o intuito de ampliar o estoque de água da família, João, pai de Salvador, construiu quatro tanques de pedra com tamanhos e capacidade de armazenamento diferentes.



O trabalho de Salvador é na perspectiva da Agroecologia cultivando alimentos sem o uso de agrotóxicos e livres de transgenia. Ele participa do Fundo Rotativo Solidário (FRS) de animais da comunidade e faz parte da Comissão de Juventude do território do Coletivo, ocupando espaços políticos importantes para a prática agroecológica.

Texto: GT de Comunicação do  Intercambio Saberes nos Semiáridos da América Latina

Edição de texto: Simone Benevides

Fotos: Simone Benevides



22 de julho de 2019

Intercambio entre juventudes camponesa de vários lugares da América Latina reúne diversidade de saberes


Começou nesta manhã de segunda-feira (22) o Intercâmbio de Saberes nos Semiáridos da América Latina, com o tema Juventudes e Agroecologia. O encontro reúne cerca de 100 pessoas, entre jovens e técnicos, do Semiárido brasileiro e latino-americano.

A manhã do primeiro dia começou com a acolhida e apresentação dos participantes e dos símbolos trazidos de suas regiões, estados e países. Em seguida, foi dado início do primeiro de três painéis que acontecerão durante toda a semana, para falar de Juventudes e Agroecologia: desafios para o bem viver nos Semiáridos. Participaram do painel o GT de Juventudes da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), a Comissão de Jovens Multiplicadores da Agroecologia, a Pastoral da Juventude Rural e representantes do Povo Xukuru e do Chaco Tradicional.

Além de fortalecer e aproximar as juventudes dos Semiáridos latino-americanos, a caravana possibilitará, a partir de visitas a experiências em Pernambuco e na Paraíba, a troca de saberes entre as juventudes.


Na noite desta terça-feira (23) a comitiva deverá chegar a Campina Grande onde ficarão hospedados no Day Camp Hotel Fazenda e serão recepcionados por uma mística preparada pelo GT de Juventude da Articulação do Semiárido Paraibano (ASA Paraíba).

Durante todo o dia da quarta-feira (24) a programação será de formação e socialização das experiências das juventudes de quatro territórios da Paraíba distribuídos assim pelas regiões da Borborema, Cariri, Seridó e Agreste.

Já quinta-feira dia (25) os participantes deverão se deslocar até as propriedades para conhecerem as experiências da juventude de convivência com o Semiárido em seus lugares. Farão um passeio pelas experiências das dinâmicas da ASA Paraíba nos territórios do Folia (Agreste), Polo (Borborema), Casaco (Cariri Oriental) e Coletivo (Seridó).

O Intercâmbio é uma realização do FIDA, Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Programa Semear Internacional, Plataforma Semiáridos da América Latina, Centro de Desenvolvimento Agroecológico Sabiá, Centro de Estudos do Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador (Cetra), Entidade de assessoria a Agricultura Familiar (PATAC) e Agricultura Familiar e Agroecologia (ASPTA), em parceria com a FUNDAPAZ, International Land Coalition, Terre des Hommes e Serviço Mundial de Igrejas (CWS).


Texto: Miguel Cela
Edição de texto: Simone Benevides
 Fotos: Ronald Santos

Dia Nacional da Economia Solidária será celebrado em Soledade

O ‘Dia Nacional da Economia Solidária’, no Brasil, é comemorado em 15 de dezembro. Para celebrar essa data tão importante para as famílias...