14 de agosto de 2019

Mulheres do Coletivo participam da Marcha das Margaridas em Brasília



As mulheres do território do Coletivo Regional das Organizações da Agricultura Familiar participaram da Marcha das Margaridas, na manhã desta quarta-feira (14), em Brasília. Sete mulheres dos municípios de Olivedos, Soledade, Juazeirinho e Cubatí viajaram na Caravana da Articulação do Semiárido Paraibano (ASA Paraíba) para junto a outras mulheres, dizerem não ao fim da violência contra às mulheres e as desigualdades de gênero.

A Marcha das Margaridas é considerado o maior evento político de mulheres do campo, da floresta e das águas da América Latina, e tem como força inspiradora a luta de Margarida Maria Alves, uma mulher trabalhadora rural nordestina que, rompendo com padrões tradicionais de gênero ocupou, por 12 anos, a presidência do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande, na Paraíba.
Líder sindical bastante influente, construiu uma trajetória sindical de luta pelo direito à terra, pela reforma agrária, por melhores condições de trabalho e contra as injustiças sociais e o analfabetismo.

No dia 12 de agosto de 1983, esta grande lutadora do povo foi brutalmente assassinada, na porta de sua casa. Seu nome se tornou um símbolo nacional de força e coragem cultivado pelas mulheres e homens do campo, da floresta e das águas. É em nome dessa luta que a cada quatro anos, no mês de agosto, milhares de Margaridas de todos os cantos do País marcham em Brasília, num clamor por justiça, igualdade e paz no campo e na cidade.

É coordenada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag), suas 27 Federações e mais de 4 mil Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais filiados. A Marcha das Margaridas se constrói em parceria com 16 movimentos feministas e de mulheres trabalhadoras, centrais sindicais e organizações internacionais.


Além das pautas das mulheres, o evento também traz reivindicações do público LGBT relacionadas a equidade de direitos, as lutas das comunidades e povos tradicionais, além da pauta contra o racismo, machismo e sexismo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dia Nacional da Economia Solidária será celebrado em Soledade

O ‘Dia Nacional da Economia Solidária’, no Brasil, é comemorado em 15 de dezembro. Para celebrar essa data tão importante para as famílias...