15 de agosto de 2019

Representantes do Terreiro Ylé Axé de Oxalá de Boa Vista participarão do 15º Encontro de Religiões de Orixás (ERO 2019)



Nesta sexta-feira, dia 16, um representante da Coordenação do Coletivo Regional das Organizações da Agricultura Familiar, e famílias agricultoras representantes de uma comunidade tradicional de terreiro, que também faz parte do Coletivo e da área de atuação do Patac, mais precisamente do terreiro Ylé Axé de Oxalá que fica localizando na comunidade Malhadinha em Boa Vista - PB, participarão do 15º Encontro das Religiões de Orixás (ERO), que acontecerá em João Pessoa.

Neste ano, o ERO 2019 traz como proposta discutir dois eixos centrais: Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) e Segurança Pública. O ERO é um evento construindo coletivamente e em cada uma de suas edições pautou e ajudou a levantar diversas políticas públicas que transformaram a imagem das religiões de Orixás perante a sociedade e perante o poder público, trazendo mudanças significativas nos campos da liberdade religiosa e de culto, das políticas de combate à fome e erradicação da pobreza de comunidades tradicionais de terreiro.

Desde sua criação várias mudanças aconteceram no cenário municipal, estadual e nacional, proporcionando melhorias significativas na qualidade de vida daqueles e daquelas que professam a religião dos Orixás. Porém, outras mudanças nos assolam, seja pelo fim de políticas públicas direcionadas a esses povos, seja pela disseminação de ideologias odiosas que permitem que pessoas intolerantes e desrespeitosas invadam nossos espaços, quebrem nossos signos e retirem nossa autonomia.

O terreiro Ylé Axé de Oxalá será representado pelos integrantes, Eliã Raquel da Fonseca (Mãe Raquel), Joeliton Elias da Silva (Pai Leca) e Maria Gabriela Elias da Silva.  Já pela coordenação do Coletivo o evento contará com a presença de Alex Barbosa dos Santos, que também é do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional da Paraíba (Consea-PB) e integrante do Terreiro Ylé Axé de Oxalá. Pela a entidade de Assessoria à Agricultura Familiar (Patac) irá o coordenador institucional, José Waldir de Sousa Costa que também é Vice-Presidente do Consea-PB.

Para a Coordenação do Coletivo, na pessoa de Alex Barbosa, a importância ter representação do território neste espaço, garante que se está tendo um grande crescimento no reconhecimento da identidade das pessoas  “Para o Coletivo, está nesse momento,  e ter hoje, uma comunidade que se reconhece como de matriz africana em sua constituição, é algo que representa nosso crescimento enquanto território, é considerar os vários povos que constroem o Semiárido, que constroem a Convivência e que constroem a Agroecologia.  E nós, enquanto organização, construímos um processo democrático de defesa da segurança e soberania alimentar, de Convivência e de Agroecologia considerando os símbolos materiais e espirituais. Está nesse momento, podendo contribuir com a nossa experiência de organização de agricultores e agricultoras é algo que nos faz crescer considerando às diversas expressões religiosas e de espiritualidade do Semiárido brasileiro”, declarou Alex.
 
A atividade acontecerá no Colégio Argentina, das 8h às 16h em João Pessoa – PB e conta com a presença de todos que professam a religião dos Orixás. Ela faz parte das Conferencias Regionais Preparatórias para a Conferencia Nacional Popular e Autônoma por Direitos, Democracia e Segurança Alimentar e Nutricional. O evento está sendo organizado pela Federação Independente dos Cultos Afro-brasileiros do Estado da Paraíba, e tem como parceiros o Governo do Estado da Paraíba, a Secretária da Mulher e da Diversidade Humana, o Consea – PB, os Terreiros de Mãe Josi e de Mãe Maria das Graças e a Rede Mulheres de Terreiros.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dia Nacional da Economia Solidária será celebrado em Soledade

O ‘Dia Nacional da Economia Solidária’, no Brasil, é comemorado em 15 de dezembro. Para celebrar essa data tão importante para as famílias...