7 de novembro de 2014

Durante a 6ª Festa Regional das Sementes da Paixão agricultores e agricultoras fazem repasse do Fundo Rotativo de Animais


Texto: Simone Benevides

Foto: Áurea Olímpia
Os Fundos Rotativos Solidários (FRS) se consolidam como estratégia de geração de renda das famílias agricultoras e conservação das Sementes da Paixão. Eles se subdividem em vários apoios (telas, animais, bancos de sementes familiares e comunitários, entre outros).
Na ocasião da 6ª Festa Regional das Sementes da Paixão aconteceu o repasse de animais da comunidade São Félix, em Santo André, local onde aconteceu a festa.
São Félix é apenas umas das comunidades do território da dinâmica do Coletivo Cariri, que inclui 11 municípios, onde acontecem os apoios do FRS.
Durante o evento, foram repassados 7 animais a 3 novas famílias  que foram apoiadas com a iniciativa. Só no município, já foram apoiadas 180 famílias, com 660 animais (ovinos, caprinos e galinhas de capoeira), conservando assim, as raças nativas do Semiárido, conhecidas como sementes animais.

Para o agricultor Zé Moreira o FR torna-se uma dinâmica gratificante de troca solidária entre as famílias, visto que, quando uma família recebe uma matriz, tem que cuidar e ter a responsabilidade de repassar a outra família quando chegar o tempo do repasse “O FR é muito gratificante,  sempre falo para a gente tratar com muito carinho os animais que recebemos. Eu mesmo das 6 matrizes que recebi, cheguei a 26 cabeças e faço o repasse com o mesmo sentimento de quem recebe”, disse o agricultor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário