17 de novembro de 2015

Seminário discutirá o papel das Raças Nativas de Animais para a Agricultura Familiar Agroecológica



Acontecerá de 17 a 19 de novembro, no Santuário Santa Fé de Padre Ibiapina em Arara-PB, o Seminário “Raças Nativas na Agricultura Familiar Agroecológica”, realizado por um conjunto de entidades de promoção da agricultura familiar agroecológica organizadas em torno da Articulação do Semiárido Paraibano (ASA Paraíba) e da Rede de Cooperativas de ATES, presente em sete microrregiões do estado.

O evento vai reunir um público de 80 pessoas entre lideranças e famílias agricultoras criadoras de raças nativas, assessores técnicos, estudantes, professores e pesquisadores da temática além de outros convidados locais e internacionais.

O Seminário tem como objetivos aprofundar a reflexão sobre a importância das raças nativas na agricultura familiar de base agroecológica para a convivência com o semiárido; Analisar a influência das especializações e suas ameaças ao sistema de criação animal agroecológico; Refletir sobre o papel das políticas públicas governamentais voltadas para a criação animal; e Identificar desafios e perspectivas no sentido de fortalecer o resgate das raças nativas para as famílias agricultoras e de áreas de reforma agrária.

A programação de três dias inclui troca de experiências entre famílias guardiãs de raças nativas de diversas regiões da Paraíba, mesas de diálogo, grupos de trabalho e debates sobre os temas: Contexto internacional das Raças Locais dos Sistemas de Criação de Animais, Impactos e Riscos das Especializações nos Sistemas de Criação da Agricultura familiar e em áreas de reforma agrária nos Territórios Paraibanos entre outros.

A criação animal desempenha papel fundamental na sustentabilidade das unidades de produção familiar, principalmente diante da inconstância das chuvas que afetam o semiárido. Dessa forma, os animais representam, para muitos agricultores e agricultoras, fonte importante de alimentos, além de significarem renda monetária e poupança a médio e longo prazo. Ter animais proporciona também a melhoria da fertilidade do solo e podem ainda ser usados como instrumentos e força de trabalho.

Realizam o Seminário: o Núcleo de Extensão Rural Agroecológica/Universidade Estadual da Paraíba (NERA/UEPB), o Coletivo ASA Cariri (CASACO), o Coletivo Regional Cariri, Seridó e Curimataú (COLETIVO), o Polo da Borborema, o PATAC, a AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável (IDS). O evento conta ainda com o apoio da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), do Instituto Nacional do Semiárido (INSA) e da Red Conbiand.


Fotos: ASA Brasil.



Programação


17 de novembro (terça-feira)

9h30 – Abertura: Mística Inicial, Objetivos, Programação

10h – Qual o papel das raças nativas no contexto da agroecologia na agricultura familiar e em áreas da reforma agrária no semiárido?

10h30 – Apresentação de quatro experiências dos sistemas de criação animal de base agroecológica da agricultura familiar/ metodologia do Carrossel

12h30 – Almoço

14h – Debate em plenária

16h – Intervalo

16h15 – Construção das grandes lições e questões

18h – Encerramento



18 de novembro (quarta-feira)

8h30 – Impactos e Riscos das Especializações nos Sistemas de Criação da Agricultura familiar e em áreas de reforma agrária nos Territórios Paraibanos

9h30 – Debate

11h45 – Exibição do vídeo “Com a corda no pescoço”

12h – Almoço

13h30 – Contexto internacional das Raças Locais dos Sistemas de Criação de Animais

- Juan Vicent/UCO – Espanha -Red Conbiand

14h30 – Debate

15h30 – Intervalo

15h45 – Experiências internacionais de Resgate e Valorização de raças locais e o papel da Red Conbiand – Esperanza Camacho/Instituto Andaluz/Espanha/Red Conbiand/GT Traspatio – Juan Vicent/Universidad de Córdoba/Espanha/Red Conbiand

16h45 – Debate



19 de novembro (quinta-feira)

8h – Desafios e perspectivas para o fortalecimento dos sistemas agroecológicos de criação de raças locais na agricultura familiar e/em áreas de reforma agrária

8h40 – Trabalho em Grupo

9h40 – Socialização dos grupos e debate

11h30 – Encaminhamentos

12h – Encerramento

Nenhum comentário:

Postar um comentário