17 de março de 2011

II Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia

No dia 18 de março, 1500 mulheres da região do Polo da Borborema e integrantes da Articulação do Semiárido Paraibano (ASA PB) participarão da II Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia no centro da cidade de Queimadas (PB). A marcha será um momento singular para denunciar as desigualdades sociais e a violência contra a mulher, mas também marcará a luta por direitos e relações mais justas na agricultura familiar.

O ato terá início ao lado da Igreja Matriz com a apresentação da peça teatral A vida de Margarida. Por meio de um instrumento lúdico, a ideia é problematizar as relações desiguais entre homens e mulheres para então sair em marcha chamando a atenção da sociedade para os problemas enfrentados pelas agricultoras, que ao mesmo tempo reafirmarão suas capacidades de luta, resistência e, principalmente, inovação nas esferas produtiva, organizacional e política. 

A marcha se encerrará com uma grande feira de exposição de produtos frutos do trabalho das mulheres, tais como mudas, sementes, artesanatos, hortaliças, frutas, bolos, etc. A feira será aberta ao público, divulgando e valorizando as experiências agroecológicas das agricultoras. Apelidada de Um jardim de Margaridas, a feira faz referência à peça e aos caminhos de superação que cada mulher agricultora foi capaz de percorrer para dar visibilidade à sua enorme contribuição social, econômica e política. 

As celebrações se encerrarão numa mística que buscará ilustrar a trajetória de várias mulheres camponesas que, como Margarida Maria Alves, sindicalista de Alagoa Grande, sacrificam suas vidas pela luta contra o latifúndio e a exploração do trabalho. No dia ainda será realizado o lançamento do vídeo Água: vida e alegria no semiárido, uma produção da ASA Brasil. 

A II Marcha é uma realização do Polo da Borborema e da AS-PTA e marca o encerramento de uma série de eventos municipais em que foi aprofundado o diagnóstico sobre as desigualdades e se debateu sobre a persistência histórica da cultura patriarcal. Os eventos também foram momentos de renovação das estratégias de promoção da maior participação das mulheres e do fortalecimento de sua inserção como protagonistas de uma agricultura familiar sustentável com base na Agroecologia. O Polo da Borborema é um fórum de 15 municípios que se articulam em torno à construção de um projeto de desenvolvimento rural mais justo e condizente com a realidade local.

PROGRAMAÇÃO

Horário
Atividades
9h
Abertura
- Acolhida das caravanas

9h10Música
9h15
Teatro A vida da Margarida
- Apresentação da peça de teatro, problematizando as relações de desigualdade entre homens e mulheres
9h45
Falas da plenária:
- O que acharam da vida de dona Margarida?
10h
Preparação para a marcha:
- Fala política conclamando as agricultoras para a caminhada
10h15Marcha pela Vida das mulheres e pela Agroecologia
11h
Feira Um jardim de Margaridas
- Realização de uma feira com exposição de produtos frutos do trabalho da mulher (mudas, remédios, artesanatos, hortaliças, frutas, bolos etc.) e também com exposição de experiências (boletins, banners, cenário arredor de casa, fogão ecológico etc.)
11h40
Encerramento
- Mística de encerramento
12:30
Almoço
Lançamento do vídeo da ASA Brasil


Contatos:
Adriana Galvão Freire – AS-PTA – (83) 99642260
Roselita Vítor – Polo da Borborema – (83) 96126996
Gizelda Beserra – Polo da Borborema (83) 96126789
Léia Santos – Polo da Borborema (83) 99053418

Nenhum comentário:

Postar um comentário